CURIOSIDADES DA TRADUÇÃO – VIDA EM MARTE?! NÃO. UM ERRO DE TRADUÇÃO NA TERRA.

Setembro 29, 2020
Paula Ribeiro

Em 1877, um astrónomo italiano chamado Giovanni Schiaparelli anotou nas suas observações que tinha visto, em Marte, o que lhe pareciam ser canali. Esta referência, descoberta alguns anos mais tarde nos seus apontamentos de trabalho, foi traduzida como fazendo referência a canais construídos por habitantes de Marte e fez com que muitos cientistas em ascensão começassem a tentar identificar a existência de vida no planeta Marte. Na verdade, a palavra italiana canali é um termo geral para descrever canais que fazem parte do terreno natural e, não necessariamente, canais feitos pelo homem ou por alguma outra forma de vida.

No entanto, a ideia da existência de vida no planeta Marte sobreviveu a este erro de tradução e muitos continuam, até hoje, a tentar provar a existência de vida neste que é o segundo planeta mais pequeno do sistema solar, o quarto planeta a partir do Sol, que foi batizado em homenagem ao deus romano da guerra (Marte ou Mavorte), muitas vezes descrito como “Planeta Vermelho”, devido à predominância de óxido de ferro na sua superfície que lhe confere o seu aspeto avermelhado.

Paula Ribeiro