CURIOSIDADES DA TRADUÇÃO – MÁ TRADUÇÃO?! NÃO. APENAS FALTA DE LOCALIZAÇÃO!

Julho 20, 2021
Paula Ribeiro

Expandir o nosso negócio internacionalmente pode ser empolgante, mas para que essa expansão seja bem sucedida, é necessário atrair o consumidor internacional e não enviar a mensagem errada, que não só pode desencorajar o consumidor a comprar o seu produto ou serviço como pode originar grandes prejuízos para a sua empresa.

Muitas empresas aprenderam da forma mais difícil que uma campanha publicitária ou de marketing deve ser cuidadosamente criada para uma audiência estrangeira. A tradução de uma campanha de marketing de uma marca, por exemplo, é de grande importância para uma marca global já que a pode fazer cair, antes mesmo de começar.

Pesquisar sobre a cultura de um novo mercado é algo que deve ser considerado durante o trabalho de planeamento estratégico de uma campanha de marketing. Pode até afirmar-se que “a ignorância não desculpa ninguém”. A Proctor & Gamble esteve em risco quando lançou a Pampers, uma marca de fraldas, no Japão. A embalagem da marca apresentava uma cegonha a transportar um bebé no seu bico, supostamente para o entregar aos pais. Era uma imagem muito usada nos Estados Unidos e um símbolo comum para o anúncio da chegada de um bebé, popularizado através de uma história de Hans Christian Andersen. Mas não era este o caso dos pais japoneses. Quando a empresa fez finalmente a sua pesquisa, descobriu que os japoneses hesitavam comprar as fraldas porque a associação da chegada de um bebé com a cegonha não faz parte da sua cultura, onde os bebés são entregues aos pais por enormes pêssegos a flutuar no rio.

Na maioria dos casos, é difícil transportar/traduzir uma campanha de marketing de um país/idioma para outro, simplesmente porque pertencem a culturas diferentes. Então, qual é a solução para evitar este tipo de falhas? Mais uma vez, trabalhar com profissionais e linguistas competentes é a solução!

Paula Ribeiro