CURIOSIDADES DA TRADUÇÃO – MÁ TRADUÇÃO?! NÃO. UMA GRANDE DOR DE BARRIGA.

Janeiro 11, 2021
Paula Ribeiro

Expandir o nosso negócio internacionalmente pode ser empolgante, mas para que essa expansão seja bem sucedida, é necessário atrair o consumidor internacional e não enviar a mensagem errada, que não só pode desencorajar o consumidor a comprar o seu produto ou serviço como pode originar grandes prejuízos para a sua empresa.

Muitas empresas aprenderam da forma mais difícil que uma campanha publicitária ou de marketing deve ser cuidadosamente criada para uma audiência estrangeira. A tradução de uma mensagem da marca, por exemplo, é de grande importância para uma marca global já que pode cair, antes mesmo de começar.

Foi isto exatamente que aconteceu com a campanha «Turn It Loose» da Coors,  uma popular marca de cerveja americana, mais conhecida pelas montanhas nas suas latas de cerveja que ficam azuis quando geladas. Numa tentativa de atingir o mercado espanhol com traduções de inglês para espanhol, a Coors lançou a sua campanha «Turn It Loose» numa campanha de marketing multilíngue.

No entanto, a Coors falhou redondamente ao não verificar se a mensagem traduzida mantinha o mesmo significado da mensagem original e, bastaria aos executivos da Coors terem realizado uma pequena pesquisa de mercado, para descobrirem que «Turn It Loose» em inglês tem um significado muito diferente quando traduzido à letra para espanhol – e algo como «Suffer From Diarrhea» foi o resultado final da sua campanha.

Esta campanha da Coors é usada como um dos exemplos mais flagrantes de empresas que não conseguiram garantir que a sua mensagem de marca ou de campanha funcionasse em culturas diferentes da original. É necessário que a tradução retenha a mensagem original e que não se transforme num pesadelo comercial que representaram milhões de dólares de prejuízo.

Paula Ribeiro